A Amizade

posted in: Destaque, Photos, Texto | 0

Artigo Publicado na Revista Zen Energy nº 142 de Novembro de 2020

Imagem da capa aqui


NO PASSADO, O HOMEM DAS CAVERNAS NÃO TERIA MUITOS AMIGOS. A VIDA ERA DURA, HAVIA QUE LUTAR E SOBREVIVER, PRESTAR ATENÇÃO AO QUE ACONTECIA LÁ FORA, AOS ANIMAIS SELVAGENS E PERIGOS CONSTANTES, E A TUDO O QUE A NATUREZA FAZIA ACONTECER.

Mesmo assim, houve tempo para conversar (se eram grunhidos, pouco importa saber) e os homens aprenderam a conviver para além de lutar. Da necessidade de estarem juntos, próximos e de serem unidos nasceu a amizade.

À semelhança do amor, a amizade é um sentimento capaz de transformar o mundo. Ambos possuem a mesma receita base e os mesmos ingredientes, e ambos nascem fortuitos, como sementes espalhadas ao vento. Ignoram lógicas e pensamentos, acabando sempre por vingar, contra más vontades, meras vaidades ou o medo de se expor. Tudo o que o Homem construiu, bom ou mau, deve muito à amizade e ao que com ela soube fazer. Sem este sentimento, não teriam existido as primeiras conversas e as primeiras impressões, as grandes descobertas e as importantes revoluções. Só quando alguém se dispõe a seguir o que outro diz – não porque é obrigado, mas porque assim quer – podem acontecer as grandes mudanças, as grandes invenções.

ANTES, TUDO ERA MAIS SIMPLES, VERDADEIRO…

Outrora, em tempos idos de maior sonho e romantismo, gosto de imaginar que a amizade seria, porventura, mais sincera, brotando simples e genuína como as flores da primavera, que explodem de brilho e cor no verão. Gosto de imaginar que existia honra nas palavras, que se sabia escutar e falar sem magoar, e que a alegria surgia pelo simples coexistir. O amigo estava acima de tudo. O que os outros pensavam ou queriam ouvir passava para segundo plano.

Hoje, na realidade eletrizante em que vivemos, sinto a amizade mais consentida, agarrada ao preconceito da opinião, de querer parecer bem e ser aceite. Estamos em exposição permanente e não é fácil estar afastado e ausente, deixar de lado o que não é meu e estar apenas com quem desejar, sem querer saber do que possam os outros pensar. Hoje, expor uma amizade acarreta risco e implica maior cuidado, devido aos ventos da inveja, aos que alimentam a frustração, aos comentários de pessoas maldosas e sem outra ocupação. Ser alcoviteiro dá audiência. Vive-se muito da intriga e do que ela pode alcançar. São pessoas carentes de atenção, pobres de espírito e que esgravatam tudo o que encontram e procuram do lixo fazer mel.

Há dias em que se torna perigoso expor amizades e tudo o que elas possam representar, porque os mexericos estão no pico e, perigosamente, podem dar aso e corda aos outros para libertarem a imaginação. Se têm atitudes corretas, menos mal para quem vê; mas se é julgado pela sociedade, defende ideais e a sua vontade, então ficará bonito na televisão.

NATURAL E PURA

A amizade não escolhe sexo, nem idade. Não escolhe nada do que poderia escolher. A amizade é um conjunto de sensações que nos aproximam e uma sintonia que descobrimos existir. Aceitamos ser o que somos apenas para nos divertir, pelos livros que ambos gostamos e apreciamos ler, pela alegria que ele emana e eu também queria ter, porque admira a minha ousadia e comigo ri-se a valer. A amizade acontece simplesmente porque sim.

Longe das atenções, a vida que se leva é cada vez mais solitária e não é por sermos mais que teremos mais amizades. Há que saber dar o que se tem tal como é, feio, torto ou sem ponta de jeito algum, ser verdadeiro, dar por inteiro, sem ter medo nenhum. Quem tiver de ser amigo será e a vida encarrega-se de nos fazer chegar essa semente de gente capaz de brotar, de receber abraços, escutar e dizer o que houver para dizer, mesmo que custe e faça doer. Um amigo não cobra a presença e dá espaço para existirmos.

É alguém que está perto quando tudo parece incerto, e não nos deixa baixar os braços.

A amizade não escolhe sexo, nem idade. Não sintamos medo de fazer amigos à vontade, pois todas as pessoas têm sementes que, ao longe, brilham. Descobrir o que podemos ser juntos será sempre uma aventura que deve ser cristalina e pura para todos aqueles que, ao serem amigos, forem capazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *